Quem Somos

A Autonomia no trânsito é um projeto que surgiu da necessidade dos psicólogos Paulo José de Santana da Silva (CRP 06/47035) e Fernando Lourenço Maeda (CRP 06/77137) de prestar um serviço diferenciado a pessoas que tem medo de dirigir.

A inquietação em poder oferecer uma alternativa ao treinamento convencional para medo de dirigir foi fundamental.

Neste sentido buscaram unir dois conhecimentos em um único serviço – um psicólogo que tem qualificação em instrutória de trânsito e que realiza o treinamento inteiramente no veículo.

Desenvolveram um treinamento voltado para pessoas que já passaram por outros profissionais mas que não tiveram êxito.

Missão

Prestar um serviço diferenciado e personalizado, por meio de abordagem humanizada, buscando alternativas para os problemas relacionados ao comportamento de dirigir.

Visão

Colaborar para o desenvolvimento do bem-estar social e melhoria da qualidade de vida dos nossos clientes, comprometidos com a eficiência do atendimento.

Estabelecer e fortalecer o vínculo com empresas e instituições locais.

Valores

Sigilo e compromisso com a ética

Nosso Ambiente
de trabalho



Os melhores serviços
para você voltar a dirigir.

Nosso método de acompanhamento é simples, veja como ele funciona.


ENTREVISTA INICIAL e AVALIAÇÃO NO VEÍCULO

Realizamos uma avaliação inicial, com um dos nossos psicólogos, para compreender quais as dificuldades em relação ao veículo e, principalmente, quais os fatores que causaram o problema e porque ele esta se mantendo.

Em seguida realizamos uma avaliação no veículo para entender o nível de habilidade com a direção e quais (re)aprendizagens serão necessárias para voltar a dirigir com segurança. Esta etapa pode ser realizada pelo mesmo profissional que realizou a entrevista inicial (que neste caso estará exercendo a função de instrutor de trânsito) ou por um dos nossos instrutores de trânsito.


CONSTRUÇÃO de METAS e OBJETIVOS

Ao final da avaliação será sugerida uma “proposta de acompanhamento” com metas voltadas para as necessidades especificas de cada indivíduo (ex. baliza, saída na subida, estacionamento em garagem, circulação em horário de movimento intenso).

Neste momento já temos condições de conversar sobre uma estimativa do tempo de acompanhamento. Importante enfatizar que esta previsão pode ser variável de acordo com o desenvolvimento de cada aluno.


CONCRETIZANDO A PROPOSTA DE ACOMPANHAMENTO NO VEÍCULO

É o desenvolvimento do processo, a iniciação do aluno na prática da direção no ambiente de trânsito. Realizado de forma gradual, ou seja, começando com os procedimentos considerados mais simples para o aluno e evoluindo para as tarefas mais complexas, sempre aproveitando as potencialidades e facilidades de cada um.

Regularmente o treinamento se da somente dentro do veículo, mas quando necessário, de acordo com a demanda de cada indivíduo, podemos utilizar atendimento psicológico.


REAVALIAÇÃO

Ocorre durante todo o processo de aprendizagem com objetivo de verificar progressos e pontos a serem melhorados, buscando atualizar e estimar a necessidade de continuidade ou de encerramento dos encontros;

Caso você esteja interessado em saber mais sobre como funciona o processo de acompanhamento para condutores habilitados agende uma vaga para a nossa palestra gratuita. São abordados temas como: ansiedade ao volante, medo de falhar, auto-estima, pressão e insensibilidade de outros motoristas, direção preventiva, entre outros.

Psicoterapia é um recurso da área da saúde que nos ajuda a entender como os acontecimentos da vida podem nos afetar e também como podemos interagir de forma positiva com eles. É um processo de desenvolvimento pessoal e neste sentido o tempo de duração, os objetivos terapêuticos e o modelo de atendimento (individual, casal, familiar) podem variar de pessoa para pessoa.

O acompanhamento para condutores habilitados também é um processo de desenvolvimento pessoal uma vez que aprender a dirigir com responsabilidade e segurança contribui para o aumento da auto-estima, além de propiciar autonomia na mobilidade e deslocamento.

As metas terapêuticas podem variar de acordo com cada caso uma vez que cada pessoa possui uma história de vida particular e contextos sociais, familiares e afetivos únicos. De forma geral o principal objetivo de um processo de psicoterapia é fornecer recursos de ajuda, compreensão e adaptação para que a pessoa possa melhorar sua qualidade de vida, bem estar e relacionamentos interpessoais.

No caso de pessoas que tem medo de dirigir os objetivos são claros: aprender a dirigir defensivamente, comprometido com a sua segurança e dos outros condutores.

O principal critério que define a indicação para um trabalho psicológico é, na maioria dos casos, o sofrimento, seja ele de ordem física, emocional ou social. Muitas vezes a pessoa que esta em sofrimento percebe que precisa de ajuda e que não consegue enfrentar sozinha sua dificuldade. Outras vezes o próprio grupo social (família, trabalho, escola, comunidade, entre outros) pode identificar que uma pessoa necessita da ajuda psicológica e encaminha-la ao profissional. O processo de psicoterapia envolve interação entre cliente e psicólogo e participação ativa de ambos para alcançar os objetivos e metas terapêuticas.

Para qualquer motorista que esta em dia com sua carteira nacional de habilitação e que apresenta a queixa de medo de dirigir ou que não estão dirigindo atualmente, seja pela falta de habilidade no volante, por insegurança no trânsito ou porque passaram por experiências traumáticas enquanto dirigiam.

Entre em contato conosco





R. Santo André, 278, sala 2 - Centro - Santo André (SP)
Tel.: (11) 4476.5947
Cel (11) 9 7179-4515 | 9 9902-5291